sábado, 28 de fevereiro de 2015

Ao amigo Vitor M. Rigotti

viver
como se fosse
da primeira vez

abraçar 
cada momento
como se fosse o
último

se despedir 
pois tudo que é livre
deságua 
no mar da saudade

Nenhum comentário:

Postar um comentário